aracruz

Saúde promove mutirões de consultas oftalmológicas e doação de óculos em Aracruz

Para ampliar a assistência à população, a Prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria  de Saúde tem realizado mutirões de consultas e exames oftalmológicos, para pacientes já agendados pela regulação municipal. O mutirão visa reduzir o tempo de espera e otimizar a organização da fila para consultas e exames oftalmológicos no município.

Nesses primeiros meses de 2024 mais de 2 mil pessoas já foram atendidas nos mutirões e cerca de 1.400 óculos foram doados a pacientes, consolidando a importância dessa mobilização para a população que necessita de cuidados oftalmológicos.

“Com essa ação, a gestão municipal demonstra seu empenho em investir na saúde preventiva e na oferta de serviços médicos essenciais para a comunidade. Além de ampliar o acesso à saúde ocular, o mutirão também se mostra como um passo importante para a redução das filas de espera por consultas especializadas, aliviando a demanda e possibilitando o tratamento oportuno dos pacientes”, salientou a secretaria de Saúde, Rosiane Scarpatt.

De acordo com o prefeito de Aracruz, Dr. Coutinho, a gestão está empenhada em ampliar o acesso aos serviços de saúde por meio de ações como esses mutirões, visando proporcionar uma melhor qualidade de vida para a comunidade. “É muito gratificante ver a nossa população sendo bem cuidada e beneficiada. Estou muito feliz com mais esse serviço disponibilizado para a população aracruzense”.

O prefeito destaca ainda que existe uma grande demanda por consultas de média complexidade, que é responsabilidade do governo do Estado. “Existem pessoas que aguardam muito tempo por consulta com especialistas. Por isso, estamos avançando e investindo recursos próprio a fim de que possamos oferecer suporte aos pacientes do nosso município”.

Entre as pessoas a serem consultadas no mutirão estão o professor de academia Osclebe Oliveira Soares e sua filha. “A prefeitura está de parabéns. Fomos muito bem atendidos. O mutirão adiantou essa consulta com especialista e me ajudou muito a resolver o meu incômodo na visão. Achei uma boa ideia oferecer essas consultas, pois tem muita gente aguardando esse tipo de atendimento”, contou o morador de Guaraná.

FALTAS

A secretária de Saúde destaca sua preocupação com a alta taxa de desistência. “Nesses mutirões oftalmológicos apenas de 2024, mais de 740 pacientes não compareceram para consulta. Nossa intenção é proporcionar um serviço valioso à população, identificando e tratando precocemente problemas visuais. A ausência de uma parcela significativa dos inscritos diminui o impacto positivo que poderíamos ter alcançado. Então pedimos que em caso de impossibilidade de comparecimento, informar com antecedência”.

(DA REDAÇÃO \\ Guto Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Alessandra Mesquita)

(FT.\CRÉD.: Humberto Demarchi \\ Divulgação)