fumace

Secretaria de Saúde explica as diferentes técnicas de combate ao mosquito da dengue

Diariamente a Prefeitura de Aracruz, através do Centro de Controle de Zoonoses e Vigilância Ambiental em Saúde, realiza diversas ações para combater o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão da Dengue, Zikavírus e Chikungunya.

Mas você sabe diferenciar os tipos de fumacês existentes? A Secretaria de Saúde de Aracruz ajuda a esclarecer, pois temos dois tipos de fumacê: o UBV Pesado (Ultra Baixo Volume) e o FOG.

técnica de UBV Pesado consiste em aplicação de inseticida em gotículas, com pouca visibilidade, formando uma névoa fina. Trata-se da técnica mais eficaz para o controle do mosquito da dengue em grandes áreas. Vale ressaltar que a maioria dos criadouros, 80%, estão dentro das residências.

Já a técnica com o termonebulizador “FOG” é responsável por liberar o inseticida em forma de vapor, gerado pelo aquecimento e ressonância da calda, formando a “névoa” branca, popularmente conhecida como “fumacê”. Ele é usado em casos de infestação de outros mosquitos (que não o mosquito da dengue, tais como o pernilongo), pois sua eficiência para o controle do mosquito da dengue é muito baixa.

Precisamos destacar ainda que o itinerário para passagem do carro de “fumacê” é definido levando em consideração os bairros que apresentam a maior incidência de casos.

Enquanto a prefeitura faz a sua parte, a responsabilidade individual também é fundamental. Vasos de plantas, pneus velhos e até mesmo pequenas poças d’água podem se tornar criadouros do mosquito transmissor da dengue. Educação e ação são essenciais: eliminar recipientes que acumulem água, manter piscinas limpas e teladas e proteger caixas d’água são medidas simples que podem fazer uma grande diferença.

A luta contra a dengue é uma responsabilidade coletiva. Cada um de nós tem o poder de contribuir para a redução dos casos, protegendo nossas casas e comunidades. Não subestimemos a importância de agir agora, pois prevenir a dengue começa em casa.

 

Faça o seu checklist:

Quintal

– A caixa d´água deve estar vedada;

– As calhas devem estar limpas;

– Não deixe no quintal, a céu aberto, baldes, pneus ou qualquer outro vasilhame ou objeto que possa acumular água;

– Não deixe pneus jogados no quintal;

– Encha os vasos de flores com areia impedindo acúmulo de água;

– Não deixe pratinhos embaixo dos vasos de flores;

– Deixe as garrafas de cabeça para baixo;

– Trate a piscina antes de viajar e, se puder, tampe-a.

 

Interior da casa

– Ralos devem estar telados ou tampados;

– Deixe limpas e protegidas da chuva as vasilhas de água e comida dos animais de estimação;

– Verifique as bandejas externas do ar-condicionando e da geladeira e deixe-as limpas.

(DA REDAÇÃO \\ Gut Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Isabela Lamego)

(FT.\CRÉD.: Humberto de Marchi \\ Divulgação)